Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Estrutura da Liturgia da Iniciação Cristã com base no Ritual da Iniciação Cristã de Adultos (RICA)

(Obs.: Os números entre parêntesis referem-se à numeração do RICA)

No itinerário de preparação para a recepção dos Sacramentos da Iniciação Cristã há etapas pelas quais “o catecúmeno, ao caminhar, como que atravessa uma porta ou sobe um degrau” (cf 6).
São três as etapas ou “portas” a serem atravessadas. Cada qual é caracterizada por um rito litúrgico:
A)Instituição dos catecúmenos
B)Eleição
C)Celebração da Iniciação

Tais etapas conduzem a “tempos” ou são por eles preparados. Temos, assim os seguintes tempos:
1.Pré-Catecumenato (cf. 9-13; em particular 9 e 12) - Instituição dos catecúmenos (cf. 14)
2.Catecumenato (cf. 15-20; em particular 18-20) - Eleição (cf. 16)
3.Purificação e Iluminação (cf. 21-26; em particular 25 e 26) - Celebração da Iniciação – (cf. 27-36)
4.Mistagogia (cf. 37-40)

Estes são as celebrações que caracterizam cada etapa e cada tempo:
1.Pré-Catecumenato: Não há rito próprio para acolher os “simpatizantes”. Se for o caso, fica a cargo da autoridade eclesiástica competente a determinação do modo (cf. 12).

1] Instituição dos catecúmenos (cf. 14)
A)Os candidatos manifestam à Igreja suas intenções e esta os acolhe (cf. 13).
Alguns aspectos do rito:
•Acolhida (ver quadro após nº 72)
•Diálogo sobre o nome e intenção dos candidatos
•Assinalação da fronte e dos sentidos
•Ingresso na Igreja

Liturgia da Palavra (ver quadro após nº 105)
Entrega dos Evangelhos
Preces pelos catecúmenos
Celebração Eucarística (opcional – neste caso ver nº 19,3)

2.Catecumenato: Acompanham o tempo do Catecumenato os seguintes ritos:
Celebrações da Palavra (sugestões de roteiro pg 45), que podem ser feitas logo após a catequese (cf. 100-108). Aconselha-se também fazê-las domingo (cf. 107).
Podem ser concluídas com um exorcismo menor (cf. 101-108) e/ou benção dos catecúmenos (cf. 102-108), ministrados por sacerdote, diácono ou catequistas (cf. 44-48)
Podem–se também antecipar alguns ritos que,em princípio, pertenceriam ao tempo da Purificação-Iluminação (cf. 125-126; 130-132). Nesse caso, marcariam o progresso dos catecúmenos dentro dos diversos níveis do tempo do Catecumenato.

2] Eleição ou Inscrição do Nome (cf. 16)
3- Purificação e Iluminação: Realiza-se no 1º Domingo da Quaresma (cf. 133)
Os candidatos que forem aceitos para receber os Sacramentos da Iniciação Cristã serão inscritos entre os eleitos. Para tanto, os responsáveis pela preparação dos candidatos devem deliberar previamente sobre os mesmos (cf. 133; 134; 137).
Alguns aspectos do rito – no contexto de uma Liturgia da Palavra têm lugar:
•Apresentação dos candidatos
•Exame e petição inicial dos candidatos
•Admissão ou “eleição”
•Oração pelos eleitos
•(Eucaristia – opcional, Neste caso, cf. 19,3)

Acompanham o tempo da Purificação-Iluminação os seguintes ritos:
•Escrutínios ou exorcismos maiores, a serem ministrados apenas por sacerdote ou diácono (cf. 156-158). Objetivos: purificar, fortalecer, estimular (cf. 154), libertar, proteger (cf. 156). Realizam-se no 3º, 4º e 5º º Domingo da Quaresma (cf. 52,159)
Estrutura Ritual conforme quadro pg. 70. No contexto de uma Liturgia da Palavra, realizam-se:
•Preces pelos eleitos
•Exorcismo
•(Eucaristia – opcional, Neste caso, cf. 19,3)
•Entregas: a entrega do símbolo (Credo) se dá na semana depois do 1º escrutínio (cf. estrutura ritual no quadro pg 48); a entrega do Oração do Senhor (Pai Nosso) se dá na semana depois do 3º escrutínio (cf. estrutura ritual no quadro pg 56) cf. 53
•Ritos de Preparação Imediata – ocorrem no Sábado Santo. Aconselha-se a deixar os trabalhos e dedicar-se ao jejum e oração (cf. 26,1)

Estrutura ritual no quadro pg 48 - no contexto de uma Liturgia da Palavra realizam-se:
•Recitação (ou “devolução”) do Símbolo
•Éfeta (“abre-te”)
•Escolha do Nome
•Unção pré-batismal

3] Celebração dos Sacramentos da Iniciação cf. quadro pg 91)

Realiza-se na Vigília Pascal. Tenha-se em grande conta a unidade celebrativa dos três sacramentos.
Somente os não batizados podem receber os três sacramentos na Vigília Pascal. Os demais podem receber a Eucaristia, sendo que a Crisma pode ser em Pentecostes, ministrada pelo Bispo ou Vigário Episcopal.

4. Mistagogia (cf. 37-40): Este tempo, que coincide com o período pascal sucessivo à celebração da Iniciação, tem por objetivo levar o neófito (iniciado) a uma experiência mais profunda do mistério celebrado (cf. 37 - 38). A índole e eficácia desse tempo provém desta experiência dos sacramentos e da comunidade.
O lugar próprio da Mistagogia são as Missas dos Domingos da Páscoa, para as quais se devem usar as leituras do “ano A” do lecionário (cf. 40).

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

MANHÃ DE FORMAÇÃO PARA CATEQUISTAS DE JOVENS E ADULTOS


Querido catequista,

A Comissão Arquidiocesana da Iniciação Cristã promoverá para os catequistas de Jovens e Adultos uma MANHÃ DE FORMAÇÃO COM O PE. LELO.

Pe. Antonio Francisco Lelo, doutor em Liturgia e Coordenador do Núcleo de Catequese Paulinas, com vários livros publicados sobre Iniciação Cristã.

Dia:16 de outubro de 2010
Horário: 08:00h às 12:00h
Local: Auditório do 2o andar do Ed. João Paulo II

Somente 2 catequistas por paróquia

Inscrições pelo telefone 2292-3132 ramal 442 ou 445 ou pelo email catequeserj@arquidiocese.org.br

Contribuição: R$ 2,00

Trazer para o lanche compartilhado:
Vicariatos Urbano, Jacarepaguá e Sul: café ou refrigerante
Vicariato Oeste: biscoito
Vicariato Norte: salgado
Vicariato Suburbano: bolo
Vicariato Leopoldina: sanduíche