Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Alegria marca DNJ na Arquidiocese do Rio

A comemoração do 29º Dia Nacional da Juventude (DNJ) no Rio de Janeiro foi marcada pela alegria das centenas de jovens que estiveram presentes na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz, no domingo, dia 19 de outubro.
“Escolhemos a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz, para comemorar o DNJ porque ela foi sede de vários eventos da Jornada Mundial Juventude, e também uma forma de relembrar a visita do Papa Francisco”, frisou Aline Barbosa Almeida, coordenadora estadual da Pastoral da Juventude.
O lema deste ano: “Feitos para sermos livres, não escravos”, que remete ao tema da Campanha da Fraternidade – “Fraternidade e tráfico humano” – teve como propósito suscitar o debate acerca da liberdade humana sob a perspectiva da juventude brasileira.
No evento, organizado pelo Setor Juventude da Arquidiocese do Rio, houve adoração ao Santíssimo Sacramento, pregações e animação de cantores como Rodrigo Sobrinho e Aline Venturi, além da banda Sambandorando.
Além da Pastoral da Juventude, estavam presentes jovens representantes da Renovação Carismática Católica (RCC), Comunidade Shalom, Movimento Eucarístico Jovem, Focolares, Toca de Assis, Movimento de Vida Cristã, Comunidade Maria Serva da Santíssima Trindade, Comunidade do Caos à Glória, Comunidade Pequeno Rebanho, Comunidade Coração Novo, Canção Nova, Jovens Sarados e Pastoral Universitária.

Liberdade interior 
Recordando que a liberdade mais sublime que há é a liberdade interior, o bispo animador da Pastoral da Juventude, Dom Antonio Augusto Dias Duarte, que presidiu a missa em ação de graças, convidou os presentes ao questionamento: “Ao que é que, sendo relativo, eu dou um valor absoluto?” Segundo ele, é somente através dessa reflexão, e sabendo dar o devido valor ao que é relativo ou absoluto na vida é que as pessoas descobrem ao que estão presas e o que ameaça a liberdade delas.
“Todos os anos, quando eu venho no DNJ, é muito significativo ver a juventude alegre. Não porque estão em uma festa, mas porque estão procurando a Cristo! Nós notamos que os jovens de hoje estão com sede e fome de Cristo. Essa comunhão acontece quando se reúnem, e nos deixa contentes e esperançosos”, afirmou o bispo. 

Vida diferente
A missa foi concelebrada pelos padres Jorge dos Santos Carreira e Antônio Augusto da Silva Bezerra, respectivamente coordenadores do Setor Juventude e da Pastoral da Juventude na arquidiocese.
“É uma bênção poder testemunhar jovens que deixaram o mundo, deixaram o pecado, e querem uma vida diferente, de liberdade. Está sendo um dia festivo, de muito sol, de muita alegria, mostrando que a juventude católica está viva! A Igreja está viva no mundo todo, especialmente aqui no Rio de Janeiro”, exclamou o padre Jorge.

Fonte: http://www.jovensconectados.org.br/alegria-marca-dnj-na-arquidiocese-do-rio.html

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Centro de Formação para Juventude

O Centro de Formação para a Juventude realizará um encontro na Congregação Nossa Senhora de Belém (Rua Edgard Werneck, 217 – Pechincha – Jacarepaguá), dia 2 de novembro, das 9h às 16h30, com o tema “Teologia do Corpo”.
Haverá momento de oração, estudo, reflexão, partilha e troca de experiência espiritual, social, vocacional, afetiva e profissional.
Informações: 2445-2146.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Cristo Fest

A Paróquia Nossa Senhora de Loreto, na Freguesia, Jacarepaguá, promoverá o “Cristo Fest” amanhã, 18 de outubro, às 20 horas, no salão Zacaria, na Ladeira da Freguesia, 375.
O evento contará com as presenças das bandas Adorare e Pagode Filhos do Céu e equipe de DJ’s de Cristo.
O convite custa R$ 3,00. Mais detalhes pelo telefone: 98178-9567.



quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Sejamos sal da terra e luz do mundo

Brasília, 1º de Outubro de 2014.

 Caros párocos e demais responsáveis pela evangelização da juventude no Brasil.

“Vós sois o sal da terra… Vós sois a luz do mundo”
(Mt 5,13-14)

No final do mês passado, fui convidado para deixar uma mensagem aos jovens de uma Paróquia, a partir desta afirmação de Jesus acima, registrada no Evangelho de Mateus, no contexto do Sermão da Montanha. Ela não se dirige somente aos adultos, mas a todos os filhos e filhas de Deus. E, portanto, aos nossos adolescentes e jovens, de todas as paróquias brasileiras.
Ser “sal e luz” não é, em primeiro lugar, uma conquista nossa. É dom, graça, presente de Deus! Ele não diz que nós “seremos” isto, um dia; ele afirma que já o “somos”, mesmo se ainda de maneira limitada, não plena. Saber disto é motivo de felicidade. Esta identidade não decorre de nosso mérito próprio, mas a recebemos do amor de Deus que é, sempre, gratuidade e abundância, independentemente de nosso merecimento.
Ser “sal e luz” é graça de Deus e, ao mesmo tempo, compromisso nosso. Exige-se empenho em manter o “sal” com sabor e a “luz” na sua função de iluminar. O descuido gera, portanto, ineficácia e inutilidade destes elementos.
“Sal e luz” são dois conceitos que nos remetem a elementos fundamentais, tão presentes, principalmente, na fase de nossa juventude: “sentido de vida”, “alegria”, “prazer”, “valor”, “sabor” “discernimento”, “clareza de direção”, “segurança”.
Se, por um lado, o verbo ser conjugado – “vós sois!” – nos dá a certeza da nossa identidade, por outro, carrega em si uma convocação: a de “ser” hoje, no meio dos outros e para os outros, protagonistas de uma nova história e da Civilização do Amor! Portanto, é um compromisso!
Estamos entrando em outubro, mês Missionário, rico em memórias e celebrações que nos ajudam a fortalecer nosso coração de entrega radical ao amor de Deus e do próximo! Bebamos do testemunho de Santa Teresinha do Menino Jesus (dia 1º) que, mesmo sem ter deixado o Carmelo, tornou-se a padroeira das Missões pelas suas orações e sintonia aos desafios da evangelização no mundo. Além de nos proteger, os Santos Anjos da Guarda (dia 2) nos recordam que também nós somos, por vocação, mensageiros de Deus e guardiões das pessoas. Os mártires missionários da Igreja, recordados neste mês, nos entusiasmam pela sua coragem evangelizadora e nos animam a entregar a própria vida como fiéis discípulos do Senhor: Beatos André e Ambrósio, no Rio Grande do Norte (3);São Dionísio (9); São Calisto (14); Santo Inácio de Antioquia (17); São Lucas (18); São Simão e São Judas Tadeu (28).

Pela cultura do diálogo e do encontro

            “A Criação” é o tema da segunda edição do Seminário da Juventude Inter-Religiosa do Rio de Janeiro (JIRJ), que acontecerá no próximo dia 12 de outubro, na Mesquita da Luz, no bairro da Tijuca.
            “A criação é um tema comum entre os participantes, que fazem parte das três religiões monoteístas: judeus, católicos e muçulmanos”, explicou o secretário da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Arquidiocese do Rio, diácono Nelson Águia.
            O grupo surgiu no dia 21 de julho de 2013, durante a Jornada Mundial da Juventude, por ocasião do primeiro seminário inter-religioso de jovens realizado na PUC-Rio, que contou com a presença de 150 pessoas de diferentes denominações religiosas. O encontro foi filmado pelo diretor de cinema Cacá (Carlos) Diegues e está registrado no filme Rio de Fé, lançado em outubro de 2013.
            “Ali tivemos uma semente. Desde então nos reunimos pelo menos a cada mês e os próprios jovens decidiram fazer um novo encontro que é um ‘filho’ do primeiro encontro”, explicou o diácono.
            O objetivo, segundo ele, é seguir os ensinamentos do Papa Francisco, que tem pedido muito a nós para cultivarmos a cultura do encontro e do diálogo. E isso se expande, segundo o diácono, à questão religiosa, inter-religiosa e ecumênica.
            “A Igreja quer estar aberta ao diálogo, à compreensão, à harmonia, à paz entre as religiões. Cada um mantendo sua própria identidade, mas respeitando a identidade da outra. E quando unimos jovens para dialogar sobre sua fé e temas comuns, construímos pontes”, esclareceu, afirmando que “não devemos acentuar o que nos separa e sim aquilo que nos une”, pontuou.

Serviço
            O encontro será dia 12 de outubro, às 14h30, na Rua Gonzaga Bastos, 77, na Tijuca. É necessário fazer inscrição através do e-mail juventudeinterreligiosario@gmail.com. As vagas são limitadas.

Fonte: Jornal Testemunho de Fé

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Palestra: Jesus e a Física Quântica

A Física Quântica nos oferece importantes argumentos para falarmos sobre espiritualidade e religião ao homem e à mulher de hoje. Uma de suas grandes contribuições para a Teologia é o conceito do certo e do errado. Os paradigmas da Física Quântica são específicos, mas seus conceitos podem ser relacionados e vinculados aos princípios pedagógicos de Jesus de Nazaré e aos fundamentos do Cristianismo.

Assessor: Frei Isidoro Mazzarolo, doutor em Teologia (exegese dos evangelhos sinóticos), biblista, escritor e professor de exegese bíblica na PUC-RIO, no Instituto Paulo VI e Instituto Franciscano.

Público-alvo: Estudantes de Teologia, agentes de pastoral, catequistas, animadores de comunidade, movimentos da Igreja e interessados no tema.


Data:
11 de outubro (sábado)
Horário:
das 9h às 12h
Gratuita

Local: Paulinas Livraria
Rua 7 de Setembro, 81 A – –Centro –– Rio de Janeiro-RJ

Informações e inscrições:
Tel. (21) 2232-5486 ou rjpromov@paulinas.com.br


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Semana da Juventude na Paróquia Bom Jesus da Penha

            O Setor Juventude da Paróquia Bom Jesus da Penha, na Penha, realizará a “Semana da Juventude” de 12 a 19 de outubro. A programação se iniciará com a missa, no dia 12, às 18h, seguida do musical “O Paraíso do Calvário”.
Nos dias 18 e 19, haverá o retiro para jovens de 14 a 30 anos “Nasci para dar Certo”, da equipe Revolução Jesus, com missionários da Canção Nova.
As inscrições no valor de R$ 10,00 podem ser realizadas na paróquia. O encerramento da semana, dia 19, terá missa, às 18h, seguida de show com a participação do DJ Allan Farias e a banda Frutos de Medjugore.
Durante a semana haverá pregação e animação, com a participação do padre Gleuson Gomes, Maíra Jaber, Ministério Haguideni, Michelle Cipriano, Álvaro do Maranathá, Ministério Rei Davi, Ítalo Villar, entre outros.
A igreja fica na Avenida Brás de Pina, 181. Mais informações pelo telefone: 2560-3618 ou na página www.facebook.com/bjp.juventude.

Fonte: Jornal Testemunho de Fé

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Jovens Promotores da Vida divulgam cartilha para as eleições

Os Jovens Promotores da Vida, grupo vinculado à Comissão de Bioética e Defesa da Vida da Arquidiocese de Brasília, lançaram no dia 13 de setembro, a Cartilha Jovem para as Eleições 2014.
Alinhada às Orientações Pastorais da Arquidiocese de Brasília divulgadas em agosto, a cartilha destaca a defesa e a promoção da vida humana, além do matrimônio e da família, com uma linguagem jovem.
Na cartilha, são detalhadas sete questões fundamentais:
1 – Direito à vida desde a fecundação até a morte natural;
2 – Valorização do casamento entre um homem e uma mulher;
3 – Direito dos pais de educar seus filhos;
4 – Combate à pornografia e à prostituição;
5 – Educação de crianças e adolescentes para a afetividade e sexualidade;
6 – Repúdio à ideologia de gênero;
7 – Rejeição à descriminalização das drogas.
Segundo Ari Ferreira, coordenador da equipe de política dos Jovens Promotores da Vida, a iniciativa é fruto de estudos realizados sobre o documento Nota Doutrinal sobre Algumas Questões Relativas à Participação e Comportamento dos Católicos na Vida Política, da Congregação para a Doutrina da Fé.
“No documento, a Igreja afirma claramente que a consciência cristã bem formada não permite a ninguém favorecer, com o próprio voto, programas que sejam contrários à fé e à moral cristã”, destaca Ari.
Ele ainda destaca: “Muitos justificam que, como o estado brasileiro é laico, os católicos não devem se envolver com a política. Contudo, os católicos são cidadãos e possuem o mesmo direito de se expressar, como qualquer outro grupo, em um estado democrático. Apresentar essas questões, para reflexão dos jovens católicos na escolha dos candidatos, desperta para a cidadania e para a necessidade de participar das decisões que afetam a vida de todos os brasileiros – inclusive a dos católicos”.
A cartilha é um convite para que os jovens possam refletir sobre essas questões na hora de escolher os candidatos, lembrando que é ainda mais importante acompanhar a atuação dos eleitos no exercício dos seus mandatos.


Fonte: http://www.jovensconectados.org.br/jovens-promotores-da-vida-divulgam-cartilha-para-as-eleicoes.html