Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

quarta-feira, 15 de junho de 2011

6º Seminário de Jovens e Adultos




No dia 4 de junho, o Pe. Domingos Ormonde, doutor em Liturgia, que aplica o processo catecumenal em sua comunidade e tanto nos ajudou na elaboração do perfil do Introdutor, falou para 315 catequistas no 6º. Seminário da Iniciação Cristã de Jovens e Adultos, realizado no auditório do Ed. João Paulo II.

Pe. Domingos quis escutar as experiências e dificuldades enfrentadas pelos catequistas de nossa Arquidiocese e teceu considerações importantes. Aqui estão algumas:

- estamos numa época promissora em que está aumentando o número de adultos que vêm buscar o Batismo, e não há divulgação deste fato;
- é importante que sejam também evangelizados os que já têm uma vida ativa na Igreja;
- a leitura orante da Palavra ainda não é uma prática comum na Igreja, como deveria deveria ser;
- situação alguma impede a evangelização (ex: casais em segunda união), o que se pode trabalhar e o tempo de evangelização nestas situações. Essas pessoas têm que ser acolhidas e participar da vida da comunidade dentro de seus limites;
- a iniciação cristã implica em revisão de vida, e só tem efeito a partir de uma decisão pessoal , senão é como se estivéssemos retomando o modelo antigo de catequizar;
- quando se fala em participação sacramental, fala-se em tomar parte na morte e ressurreição de Jesus Cristo. É algo mais que um registro. É tomar parte no evento de 2 mil anos atrás;
- os apóstolos participaram do próprio mistério, não foram batizados. Quem foi batizado foram os que se converteram, os que seguiram Jesus Cristo;
- a nós é dado participar sacramentalmente na morte e ressurreição de Jesus Cristo;
- entrar para o catecumenato é estar ingressando na morte e ressurreição do Senhor.