Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Resgatar no coração de todos a paixão pela juventude

O bispo auxiliar de Campo Grande (MS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Eduardo Pinheiro da Silva, em sua carta mensal sobre a evangelização da juventude, convida a Igreja a comemorar um ano da realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013. O bispo também destaca a necessidade do acompanhamento aos jovens, feito por adultos,  chamado de ministério da assessoria. Ele lembra que esta é uma das urgências apontadas no Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil no Brasil, que aconteceu em dezembro de 2013. Dom Eduardo dá sugestões para suprir a carência na "quantidade e na qualidade" de acompanhantes e de assessores. "O clamor dos jovens por assessoria não pode ser mais ignorado ou minimizado. Que o nosso amor afetivo a eles potencialize nosso amor efetivo, encontrando soluções criativas para atender a esta urgência!", alerta. Confira o texto na íntegra:


Caros párocos e demais responsáveis pela evangelização da juventude no Brasil 
“Enquanto conversavam e discutiam,
o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles.”
(Lc 24,15)
Somos, hoje, estes “discípulos de Emaús” do Evangelho de Lucas, alcançados diariamente pelo Senhor que nos orienta e nos fortalece no caminho... e no caminhar! É o Mestre que vem ao encontro da realidade dos seus discípulos, como fiel Acompanhante e exímio Assessor! Revigora nossas forças e nos enche de alegria, como fez ao nos proporcionar a JMJ Rio 2013, cuja festa de um ano celebramos neste mês de julho.
Elevamos aos céus uma grande Ação de Graças pelos frutos que a Jornada nos tem, ainda hoje, nos proporcionado: são inúmeros, como “as areias das praias do mar” (Gn 22,17)! Parabéns a todos aqueles, adultos e jovens, que não só acreditaram e se envolveram com este presente de Deus, mas aproveitaram para renovar seu amor à Igreja e seu compromisso pela causa juvenil.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Celebração da Crisma em Vigário Geral

O arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu na Paróquia Santa Bárbara e Santa Cecília, em Vigário Geral, a celebração da Crisma na noite do dia 8 de junho. Foram 51 crismandos, entre jovens e adultos. A missa foi concelebrada pelo pároco, padre Klepler Magalhães da Silva Porto Freitas e pelo padre frei Cláudio Vieira Pereira.

Fonte: www.arqrio.org / Deniere Fonseca

terça-feira, 17 de junho de 2014

Acolher no Esporte e na Fé

           Durante a Copa do Mundo, a Arquidiocese do Rio promoverá missas, confissões e atividades em diferentes línguas. O objetivo é que turistas e torcedores possam vivenciar a fé cristã durante o Mundial. Os horários foram estabelecidos para que os fiéis possam se deslocar com facilidade para os jogos.
            A Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista, próxima ao Maracanã, realizará missas durantes os dias de jogos no estádio. No dia 15 de junho elas serão em espanhol, às 15h, e às 16h30, em inglês. Em espanhol no dia 18 de junho, às 11h e 12h30. No dia 22 de junho, as missas serão realizadas em francês, às 8h30, e em russo, às 10h30. Já no dia 25 de junho, às 12h, em espanhol, e às 13h30, em francês.
            “Queremos dar a oportunidade aos fiéis de outros países de também ter um encontro com Deus”, apontou padre Cláudio dos Santos, pároco da Igreja Divino Espírito Santo e vigário episcopal do Vicariato Norte.
            Durante os dias do Mundial, as celebrações no Santuário do Cristo Redentor ocorrerão às 10h e 16h. Já nos sábados as missas serão presididas em inglês, às 10h. “As bênçãos são sempre dadas em sete línguas para que todos os visitantes possam se sentir acolhidos”, disse padre Omar Raposo, reitor do santuário.
            A Paróquia Nossa Senhora de Copacabana e Santa Rosa de Lima, em Copacabana, oferecerá aos visitantes nos domingos missas em italiano, às 9h30, em espanhol às 10h30, e em inglês, às 11h30. E as confissões em espanhol e inglês, às 11h30.
            “Conforme foi na visita do Papa não será diferente também na Copa, e além das missas normais de hora em hora pela manhã, tarde e noite, vamos oferecer mais estas”, afirmou monsenhor Aroldo Ribeiro.

Fonte: www.arqrio.org

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Sobre a formação de novas lideranças jovens

Brasília, 1º de Junho de 2014.
Caros párocos e demais responsáveis pela evangelização da juventude no Brasil.
“… sobre esta pedra construirei a minha Igreja.” (Mt 16, 18)
            Este é um mês rico em celebrações que fundamentam e alimentam nossa Igreja!
            No dia 29, festejamos São Pedro e São Paulo. Sobre os apóstolos, a partir deles e com eles, Jesus Cristo construiu sua Igreja, “semente do Reino”, continuadora da sua obra. O desafio é grande, mas eles sabem que não estão sós! A Santíssima Trindade está na base de tudo (dia 15), o Espírito Santo conta com eles e lhes garante a força da unidade (dia 8), o Corpo Eucarístico de Cristo é alimento dos céus a estes operários da messe (dia 19), o Coração de Jesus (dia 27) é a fonte do amor missionário de serviço ao próximo.
            Sustentada pela graça divina, a Igreja se estrutura para favorecer a comunhão, a capacitação e a missão dos discípulos do Senhor. As limitações individuais e as dificuldades de relacionamento dos primeiros seguidores do Mestre não o impediram de apostar no processo de amadurecimento de todos para a missão confiada. Aquela pequena estrutura criada garantiu a alegria da convivência, o desenvolvimento dos dons de cada um, o diálogo entre si, a corresponsabilidade das ações, a valorização do protagonismo daqueles homens, tornando-os verdadeiros apóstolos, profetas, mártires, líderes.
            Acreditamos, ainda hoje, que as estruturas eclesiais com suas respectivas organizações são espaços privilegiados de formação, ambientes propícios de fortalecimento dos sujeitos da evangelização. São, também, para os jovens: casas e escolas de liderança, celeiros de vocações, formadoras de cidadãos comprometidos com a transformação da realidade.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Que Cristo nos traga a Paz!

O reitor do santuário fará uma oração pedindo paz para os dias de competição

            Nesta quarta-feira, dia 11, às 20h, as 32 nações participantes da Copa do Mundo de 2014 notarão a beleza do acolhimento dos brasileiros quando um dos principais símbolos do país, o Cristo Redentor, destacar no céu carioca as cores das suas bandeiras, num espetáculo de projeção de luzes, no alto do Corcovado, que fica no Parque Nacional da Tijuca. A Arquidiocese do Rio de Janeiro, em parceria com a RIOLUZ e a Prefeitura do Rio de Janeiro, ao promover este evento cívico e religioso, desejará boas-vindas aos atletas participantes do mundial, que, em solo nacional, certamente, mais do que um show de bola, darão um testemunho de confraternização entre os povos.
            A programação feita pela Embraarte dará ao Cristo Redentor as cores das bandeiras de cada país participante da Copa, com sincronização de um trecho do hino de cada nação, por 30 segundos. A iluminação colorida será apresentada em looping por cerca de meia-hora. Para fechar o espetáculo de luzes, ao som do Hino Nacional Brasileiro, o Monumento ganhará o verde e amarelo da nossa bandeira. E a cor da seleção canarinho vai permanecer projetada sobre o Monumento por toda a madrugada, para desejar boa-sorte aos nossos jogadores na estreia na abertura do Mundial, no dia seguinte.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Aumentam os Discípulos de Cristo, apesar das perseguições


             O sangue dos mártires, dizia Tertuliano, é a semente de novos cristãos. Intuição muito certeira, a do célebre apologista que viveu entre o II e o III século. A história dos últimos dois mil anos, além do mais, é uma constante repetição das ferozes perseguições contra os discípulos de Cristo, os quais, no entanto, em vez de desaparecerem, aumentam.
            O triste fenômeno na contemporaneidade é ainda mais grave. Em muitas partes do mundo existem perseguições sistemáticas, de forte intensidade e repletas de ideologia. De acordo com a Comissão episcopal da União europeia, os cristãos oprimidos no mundo são cerca de 200 milhões. No Ocidente, onde, aparentemente, os cristãos são livres para professar livremente a própria fé, muitas vezes, há formas diversas de perseguições, nas quais os valores próprios do cristianismo são constantemente julgados em nome de um, não melhor, laicismo.
            História magistra vitae, afirmavam os contemporâneos de Tertuliano. E então, aos perseguidores de hoje seria suficiente dar uma olhada ao passado para compreender a inutilidade das suas ações. Significativo que, mesmo nesta época marcada por uma escalada de violência anticristã, o número de batizados continua a aumentar. De 2005 a 2012, os fiéis católicos aumentaram passando de 1.115 a 1.229 bilhões, um aumento de 10,2 por cento.


segunda-feira, 2 de junho de 2014

Seminário São José acolhe novo grupo vocacional

              Dentre muitos grupos da Arquidiocese do Rio que se dedicam à missão de incentivar novas vocações à vida religiosa, existe o Instituto das Irmãs Nossa Senhora do Bom Conselho, que atua na formação de jovens mulheres em processo de discernimento vocacional.
            Um dos primeiros passos nessa empreitada evangelizadora foi a organização do primeiro encontro feminino, que aconteceu no dia 4 de maio, no Seminário Arquidiocesano São José, no Rio Comprido.
            A responsável pelo Grupo Vocacional das Irmãs Nossa Senhora do Bom Conselho, como assim ficou conhecido, é a irmã Aix de Oliveira, que também é secretária do Instituto de Ciências Religiosas da Arquidiocese do Rio. Ela contou que o primeiro encontro feminino foi uma oportunidade de ajudar as vocacionadas a refletirem sobre seu chamado missionário.
            “Nesse dia tivemos a oportunidade de despertar nas meninas o amor pela Igreja. O primeiro objetivo dos encontros vocacionais é despertar nas participantes o espírito de uma boa cristã, fortalecendo as relações humanas. Queremos futuramente preparar cada uma delas para que despertem um desejo pela vida consagrada. Essa certeza pela consagração de vida num carisma dentro da Igreja vem depois de um caminho que é feito a cada encontro de preparação e muito amadurecimento na fé”, afirmou.
            Segundo irmã Aix, para uma boa formação é necessário encontros constantes de orações e partilhas. Por isso, as religiosas já se organizam para promover uma segunda edição do encontro feminino, que será realizado no dia 29 de junho.
            O evento, que acontecerá das 8h30 às 16h, será na Avenida Paulo de Frontin, 568, no Rio Comprido, num prédio anexo ao Seminário Arquidiocesano de São José. Durante o encontro, aconteceram momentos de oração, partilha e formação.
            A divulgação do encontro está sendo feita de diversas formas. Dentre elas, as organizadoras têm visitado paróquias quando são solicitadas pelos párocos para falar das propostas, enviado emails e feito contato com párocos das comunidades.
            Para a religiosa, esse compromisso com a formação vocacional ficou ainda mais necessário depois da Jornada Mundial da Juventude Rio2013, que deixou um “legado vocacional capaz de inflamar almas”.
Contato estreito
            Depois do primeiro encontro, as religiosas têm mantido contato diariamente com as participantes. Um desses meios tem sido um grupo criado no aplicativo WhatsApp, onde todos podem partilhar diferentes temas.
            “Nesse grupo, podemos estar sempre próximas delas, e cada uma pode postar algo diferente que possa sugerir uma reflexão”, explicou.
            Mais informações pelo telefone: 98338-8968, ou pelo email gvbomconselho@gmail.com, ou pela página do Facebook: Congregação de NS Bom Conselho.

Fonte: www.arqrio.org