Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

terça-feira, 26 de maio de 2015

Referencial da Juventude analisa atuação dos jovens na Igreja

O Bispo da Diocese de Caxias, no Maranhão, e o mais novo referencial para a Pastoral da Juventude, Dom Vilson Basso, em entrevista concedida a Rádio Vaticano, lembrou que há alguns anos, a Igreja no Brasil tem demonstrado a sua opção tanto afetiva quanto efetiva pela juventude.
Eleito na última Assembleia Geral da CNBB como novo referencial para a Pastoral da Juventude, Dom Basso, na época, havia proferido as seguintes palavras: "convocamos toda a juventude do Brasil a estar conosco para que possamos continuar levando missão, vida e esperança a todos os recantos de nosso país".
Com mais de 35 anos de experiência, o bispo possui um extenso histórico com a Pastoral da Juventude. Segundo ele, "a Igreja do Brasil, a CNBB, ama a juventude, afetiva e efetivamente".
"Continuaremos a cuidar e a apoiar esta causa. Que Deus possa colocar no coração de cada jovem deste país a esperança que a Igreja confia nos jovens e quer que seja esta seja jovem, tanto nela mesma como na sociedade."
Ao comentar o projeto "Rota 300", criado com o intuito de comemorar os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, em 2017, bem como a Jornada Mundial da Juventude em 2016, na Polônia, Dom Vilson explicou:
"Haverá a peregrinação da imagem de Nossa Senhora Aparecida pelas dioceses, organizado por cada uma delas. Junto com Nossa Senhora vai também missão e formação, além do trabalho de Ecologia. Queremos lutar para recuperar os rios do nosso país, para que sejam limpos e levem vida. Maria foi encontrada nas águas do Paraíba, e nós queremos que os rios de nosso país sejam abençoados pela Mãe Aparecida, e tenham, nesse cuidado, as mãos bonitas da nossa juventude".
Ainda conforme o prelado, "nós queremos trabalhar a missão, o compromisso dos jovens com a Ecologia, com a vida e, tudo isso, alimentado pela espiritualidade. Inspirados no ‘sim', no ‘Ecce Venio', no ‘Eis-me aqui, Senhor', de Maria, a Mãe de Jesus".
Sobre a próxima Jornada Mundial da Juventude, em Cracóvia, no ano que vem, disse que a importância do encontro dos jovens com o Pontífice será, sobretudo, para a solidificação da Fé, uma vez que "o objetivo maior é reforçar essa intimidade com Cristo, esta experiência com Ele. Para, então, voltar com mais ânimo para continuar o trabalho de evangelização e de missão da juventude em nosso país". 

Fonte: http://www.arautos.org/noticias/70229/Referencial-da-Juventude-analisa-atuacao-dos-jovens-na-Igreja