Manhã de Formação ICJA

Manhã de Formação ICJA

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Carta da CNBB



CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL
Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude

01 de setembro de 2012.
CJ – C – Nº 0779/12
Caros irmãos Párocos e Administradores Paroquiais,
Vigários Paroquiais e demais Presbíteros.

“E, começando por Moisés e passando por todos os Profetas, explicou-lhes, em todas as Escrituras, as passagens que se referiam a ele” (Lc 24, 27). Que bom! Não caminhamos sozinhos! O Ressuscitado sempre nos rejuvenesce ao nos alcançar e nos recordar a aliança do amor incondicional de Deus por nós que não nos permite cair no desânimo, no individualismo e na omissão. Sua Palavra e presença nos conduzem a uma profunda comunhão com Ele e com os irmãos que caminham ao nosso lado. A passagem bíblica dos “Discípulos de Emaús” nos fortalece para a vida e nos compromete na missão de especiais comunicadores da Palavra aos jovens.

“Quereis, com dignidade e sabedoria, desempenhar o ministério da Palavra,
            proclamando o Evangelho e ensinando a fé católica? Quero!” (Rito da Ordenação)

Deparamo-nos com a desafiadora realidade circundante, muitas vezes contrária e apática à mensagem do Evangelho. Que luta e ousadia!

“O desafio para o jovem – assim como para todos os que aceitam Jesus como caminho – é escutar a voz de Cristo em meio a tantas outras vozes” (Doc. 85, 60). Como ajudar as novas gerações, influenciadas por inúmeras propostas e orientações, na escuta dessa voz libertadora? Aos ruídos dos questionamentos existenciais se somam os diversos problemas socioculturais, bem como o agitado universo midiático no qual o jovem se encontra, se forma e se relaciona.

Esta realidade, no entanto, não nos desanima! As contradições da pós-modernidade nos mostram um dado interessante: há uma significativa abertura para se acolher a Palavra de Deus. Os jovens de hoje, quando acompanhados e bem formados, se predispõem a escutá-la, estudá-la e acolhê-la radicalmente.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Mensagem aos Catequistas do Brasil


Neste ano de 2012, o que dizer, de coração, celebrando o Dia do(a) Catequista dentro do Mês Vocacional, a todos(as) os(as) catequistas do nosso querido Brasil? Ano de 2012: ano que teve como Tema Central da 50ª Assembléia Geral da CNBB e resultou no Documento 97: “Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na Missão da Igreja”?; ano que vivenciará o início do “Ano da Fé”, proclamado pelo Papa Bento XVI, marcando o 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II e o 20º aniversário da publicação do Catecismo da Igreja Católica?; ano que terá a XIII Assembléia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos com o tema “A Nova Evangelização para a Transmissão da Fé Cristã”? Só estes três eventos, ligados diretamente ao nosso ministério bíblico-catequético, já fazem esse ano de 2012 especial!

Tendo tudo isso presente, só podemos louvar a Deus pelo indispensável serviço prestado ao nosso povo de Deus, como catequistas, na educação da fé iniciando à vida cristã. E, louvando a Deus, quero, em nome da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, da CNBB, parabenizar a todos(as) catequistas: o nosso Deus Trindade lhes cumule de toda a benção, sim, no sentido mais bíblico de bênção: “garantia da Sua presença”. Nós precisamos, continuamente, no árduo ministério bíblico-catequético, desta “presença garantida do Senhor”!

E por falar em Bíblia, que contem a Palavra de Deus, reforça e anima o nosso ministério as palavras do Papa Bento XVI, escritas na Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini: “A atividade catequética implica sempre abeirar-se das Escrituras na fé e na Tradição da Igreja, de modo que aquelas palavras sejam sentidas vivas, como Cristo está vivo hoje onde duas ou três pessoas se reúnem em seu nome (cf. Mt 18,20). A catequese deve comunicar com vitalidade a história da salvação e os conteúdos da fé da Igreja, para que cada fiel reconheça que a sua vida pessoal pertence também àquela história” (VD, n. 74).

 Um abraço fraterno e caloroso,

Dom Jacinto Bergmann
Arcebispo de Pelotas
Presidente da Comissão Episcopal Pastoral 
Bíblico-Catequética da CNBB

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

2º Encontro Vocacional no Vicariato Oeste




Dia 23 de setembro, das 14h às 17h
Na Paróquia Nossa Senhora da Conceição
Rua Rodolfo de Melo, 2 – Campo Grande

Informações e inscrições:
2412-7440 ou pelos e-mails: sister_patrick@ig.com.br e irmapatriciavioleta@gmail.com

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Iniciação Cristã em preparação para a JMJ Rio 2013



Nos dias 27, 28 e 29 de julho, a Iniciação Cristã participou ativamente do evento "Preparai o Caminho" na coordenação da liturgia. Evento que ocorreu no Maracanãzinho e marcou a contagem regressiva de um ano para a JMJ Rio 2013!

No dia 28 de julho, durante a programação, o Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, acompanhado pelo Arcebispo D. Orani, se encontrou com o Setor Juventude de nossa arquidiocese. Neste encontro, também, a Iniciação Cristã se fez presente!

O próximo encontro entre Dom Giovanni d’Aniello e os jovens líderes, deve ocorrer no próximo dia 14 de setembro. O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, orientou a todos a apresentarem suas dificuldades, preocupações e lutas. O Núncio deverá voltar à Roma, logo após este segundo encontro, levando ao Papa as expectativas da juventude brasileira.

É a Iniciação Cristã em preparação para a JMJ Rio 2013!

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Encontro de Formação para Catequistas do Vicariato Norte




Sábado, dia 1º de setembro
De 8h às 13h
Na Paróquia Divino Espírito Santo
(Rua Felipe Camarão, 12 – Maracanã)

Tema: “Catequista, o rosto que reflete Jesus”

Informações: 2292-3132, ramais 442 e 445 ou pelo e-mail catequeserj@arquidiocese.org.br

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Feira Vocacional




A FEIRA VOCACIONAL acontecerá durante os dias da JMJ na Praia Vermelha, ao lado do conhecido ponto turístico Pão de Açúcar. Nos dias anteriores à JMJ haverá também, um segundo local oferecido para todas as comunidades participarem da FEIRA VOCACIONAL, já que os espaços na Praça da Urca são limitados. Uma parceria com a Promocat Marketing, empresa contratada para organizar e comercializar a Feira Vocacional, ampliará o espaço da Feira no Centro de Exposições Riocentro, junto com a ExpoCatólica Rio – Bote Fé Brasil, evento paralelo à JMJ Rio 2013 que será realizado pela CNBB.

Para visualizar a imagem em tamanho maior, clique aqui.

Carta aos párocos



Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude

Brasília, 01 de agosto de 2012
CJ – C – Nº 0716/12

Caros irmãos Párocos e Administradores Paroquiais,
Vigários Paroquiais e demais Presbíteros.

Não temos dúvidas de que a JMJ, além do benefício para o impulso da evangelização da juventude, traz, para o jovem, um profundo questionamento a respeito do sentido da vida. Cada uma de nossas Paróquias e Comunidades é chamada a aproveitar deste momento ímpar de nossa história, garantindo condições favoráveis às novas gerações para que elas possam responder com alegria ao chamado de Deus:“Desejo que as Igrejas locais, nas suas várias componentes, se tornem ‘lugar’ de vigilante discernimento e de verificação vocacional profunda, oferecendo aos jovens e às jovens um acompanhamento espiritual sábio e vigoroso. Deste modo, a própria comunidade cristã torna-se manifestação do amor de Deus, que guarda em si mesma cada vocação.” (Bento XVI, 49º. Dia Mundial de Oração pelas Vocações)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Leah Libresco, popular blogueira americana atéia, anunciou em seu conhecido site a conversão ao catolicismo




Por Salvatore Cernuzi

- É uma história maravilhosa de conversão nos nossos dias, a de Leah Libresco, a popular blogueira americana atéia responsável do “Patheos Atheist Portal”.

No passado, 18 de junho, uma postagem desta jovem filósofa, formada em Yale e colaboradora do Huffington Post, definitivamente chocou muitos seguidores – especialmente ateus – do seu blog, chegando rapidamente a todas as partes do mundo.

"Esta é a minha última postagem" anunciava dramaticamente o título do artigo, onde a blogueira declarava ter finalmente encontrado a resposta para aquela sua "moral interna" que até agora o ateísmo não conseguia satisfazer: o cristianismo. A resposta que durante anos Leah refutava e rejeitava com "explicações que buscam colocar a moralidade no mundo natural."

"Durante anos eu tentei argumentar a origem da lei moral universal que reconhecia presente em mim” explicou a blogueira; uma moralidade "objetiva como a matemática e as leis da física”. Nesta busca contínua de respostas, Leah se refugiou, por exemplo, na filosofia ou na psicologia evolutiva.

"Eu não pensava que a resposta estivesse ali” admite, mas ao mesmo tempo “não podia mais esconder que o cristianismo demonstrava melhor do que qualquer outra filosofia aquilo que reconhecia já como verdadeiro: uma moral dentro de mim que o meu ateísmo, porém, não conseguia explicar”.

Os primeiros "sinais" de conversão vieram no dia de Domingo de Ramos, quando a blogueira participa de um debate com os alunos de Yale para explicar de onde deriva a lei moral. Durante a explicação, foi interrompida por um jovem que “buscava fazer-me pensar – como ela mesma lembra – pedindo-me para não repetir a explicação dos outros, mas para dizer o que eu pensava sobre isso”.