segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Curso de Teologia do Corpo

RESERVE A DATA para aproveitar uma oportunidade sem igual de mergulhar nesse verdadeiro tesouro da Igreja e descobrir o plano divino para o amor humano.
No próximo mês, abriremos as inscrições online. Será um intensivo para você conhecer a Teologia do Corpo e como ela pode transformar a sua vida e os seus relacionamentos.
O horário será das 08h às 18h (incluindo Missa). Lembrando que a Casa oferece também possibilidade de hospedagem e alimentação para os que desejarem fazer desse final de semana um verdadeiro retiro! Participe e ajude na divulgação!

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Papa Francisco envia mensagem de Natal aos jovens

Durante a preparação para o Natal, o Papa Francisco enviou uma mensagem de vídeo aos jovens, e os encorajou a “encontrar Jesus” e a ter alegria e paz em seu coração.
Na mensagem, gravada por ocasião da sua próxima viagem ao Peru, em janeiro de 2018, o Santo Padre recordou que “já está chegando o Natal” e disse que “começamos esses preparativos, pedindo a Jesus que venha”.
“Hoje a Igreja coloca um dos nomes: Sabedoria. Jesus é a nossa sabedoria”, disse.
“E queremos estar abertos a esta Sabedoria. Não é estudar, é ter esse sentimento cristão no coração”.
O Papa perguntou aos jovens se eles “têm esse sentimento cristão em seus corações”, que está marcado pelo sinal da “alegria e da paz”.
“Vocês têm alegria no coração? Vocês tem paz no coração? E assim, Jesus nos dá sabedoria, isso nós esperamos”.
“Vamos nos preparar bem para o Natal”, incentivou.
Em seguida, brincou ao falar sobre a “Guarda Papal”, grupo formado por milhares de jovens preparados pela Arquidiocese de Lima para acompanhar o Papa durante a sua visita ao Peru, o Santo Padre disse: “Eu sei que vocês são chamados de Guarda Papal. Não sei o que tem a ver com o Papa? Mas algo deve haver, porque quando eu visitar o país, estarão muito perto de mim”.
“Eu quero dizer-lhes outra coisa: estou sonhando com a viagem, já estou sonhando, realmente tenho muita vontade de estar aí. Porque vocês tem uma coisa que os outros povos não têm: os santos. Quantos santos tem no Peru?”.
“E se reparam na lista, não há nenhum santo triste. Todos eram felizes. Eles tinham a sabedoria de Jesus dentro deles”, assinalou.
O Santo Padre também exortou os jovens: “'Arrisquem-se! Saiam! Façam as coisas bem! Faça isso por Deus!', procurem, o que eu posso fazer por Jesus? O que eu posso fazer pelo bem dos outros?”.
“E a última coisa: vocês rezam? Porque sem a oração não podemos encontrar Jesus. Digam a Jesus, Oh, sabedoria, venha!”, disse.
“Rezem, rezem muito. Que Deus os abençoe, e que a Virgem Maria cuide de vocês. Também rezem por mim”, pediu no final do vídeo, antes de dar a bênção.

Fonte: http://arqrio.org/noticias/detalhes/6397/papa-francisco-envia-esta-mensagem-de-natal-aos-jovens

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Igreja se prepara para iniciar o Ano do Laicato

“Sabeis que a doutrina do sacerdócio comum dos fiéis, tão amplamente desenvolvida pelo Concílio, ofereceu ao laicato a ocasião providencial de descobrir sempre mais a vocação de todo o batizado ao apostolado e o seu necessário compromisso, ativo e consciente, com a tarefa da Igreja. Isto é consolador, e devemos ser os primeiros a nos alegrar com esta colaboração do laicato e a encorajá-la” (Homilia do Papa João Paulo II, no Maracanã).
Durante a primeira visita ao Brasil, em junho de 1980, o então Papa João Paulo II já destacava a necessidade de estimular o protagonismo dos leigos para que esses assumissem a missão evangelizadora como parte da Igreja.
Quase 40 anos depois do discurso de São João Paulo II, a Igreja se prepara para vivenciar o Ano do Laicato – que terá início no dia 26 de novembro, na Solenidade de Cristo Rei, e findará na mesma data, em 2018 –, tendo como tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”, e como lema: “Sal da terra e luz do mundo” (Mt 5,13-14).

Documento 105 da CNBB
Agora, o anúncio do Ano do Laicato está sob a luz do pedido do Papa Francisco, de fazer crescer “a consciência da identidade e da missão dos leigos na Igreja”.
O intuito geral como Igreja é celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos no Brasil, assim como aprofundar a identidade, vocação, espiritualidade e missão, e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade.
Além disso, o Ano do Leigo pretende dinamizar o estudo e a prática do Documento 105 da CNBB sobre “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade”, bem como demais arquivos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o Laicato, e estimular a presença e a atuação dos cristãos leigos como “sal, luz e fermento” na Igreja e na sociedade.

Igreja em saída
O vigário episcopal para a Caridade Social, cônego Manuel Manangão, explicou a importância desse período para a Igreja. “Esse ano já é esperado há muito tempo, porque, apesar da Igreja sempre lidar com a realidade do leigo também atuando na ação evangelizadora, de alguma maneira, nos últimos 20 anos, constatou-se uma espécie de esfriamento na ação laical. Talvez, por uma questão de ‘clericalização’, a Igreja colocou nas mãos dos padres muito do processo de decisão. A partir disso, o leigo ficou muito distante da dimensão de ação dentro da sociedade”, comentou.
Ainda segundo o cônego, a consequência do esfriamento na ação laical é a falta de renovação das lideranças. “Temos muitos leigos atuando, disso não há dúvidas. Porém, no conjunto geral das pastorais sociais, por exemplo, não temos grandes nomes. Com isso, não há renovação das lideranças, elas estão envelhecidas. São pessoas que trabalham, militam na área da ação social e das pastorais há mais de 40 anos. Ao mesmo tempo, as pessoas que chegam ainda estão, de certa forma, ‘cruas’, com pouca visão do que é a Igreja”, frisou.