Faça parte você também!

Faça parte você também!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Missa marca encerramento do 2º Curso de Formação Política

O bispo auxiliar do Rio Dom Pedro Cunha Cruz presidiu a missa de encerramento do 2º Curso de Formação Política (CFP) voltado para candidatos a deputados estadual e federal, senador e assessores das eleições 2014. A celebração aconteceu na noite desta terça-feira, dia 1º de julho, na Capela do Edifício João Paulo II, na Glória.
            A formação semanal, que teve como base a Doutrina Social da Igreja, foi iniciada em 11 de março.
            Na homilia, Dom Pedro, que é o bispo animador da Escola de Fé e Política, refletiu sobre o livro do profeta Amós, que era chamado de “profeta da justiça”.
            “A justiça é o princípio que deve reger nossa tarefa, deve ser o luzeiro de nossa trajetória. O que mais desagrada ao Senhor é a injustiça e ela é a raiz de todos os males sociais”, afirmou.
Após a missa, o bispo partilhou com os alunos a cartilha da CNBB para as eleições 2014.

Fé e vida
            O diácono Carlos Davis, que faz parte da equipe de coordenação do CFP, reforçou que o curso foi importante para que os candidatos e assessores pudessem conhecer mais sobre o pensamento da Igreja.
            “Nessa sociedade plural em que vivemos, precisamos cada vez mais saber dar as razões de nossa fé. Os políticos cristãos estarão sempre sendo observados, é preciso ser coerente, ter uma prática de fé e vida. Desejamos que eles saiam daqui firmes, para defender a fé com argumentos sólidos. A questão da defesa da vida, por exemplo, precisa ser vista de forma ampla. Mais do que ser contra o aborto, o político cristão precisa combater as causas que levam ao aborto”, motivou.
Unidade na diversidade
Moacir Gomes, que também faz parte da equipe de coordenação do curso, reforçou que o político cristão precisa enfrentar uma luta árdua dentro do parlamento. “As dificuldades fazem parte da caminhada. É preciso buscar sustentação na Doutrina Social da Igreja para enfrentar as adversidades da melhor maneira”, afirmou.
            Segundo Maria das Graças da Rocha, uma das coordenadoras, além da formação o curso proporcionou a troca de experiências entre os participantes pertencentes a diversos partidos.
            “Esse encontro é muito importante, porque favorece a unidade. Pertencemos a uma mesma Igreja, temos a mesma fé. É importante que o olhar seja a partir de Cristo, a base de tudo precisa ser a caridade”, destacou.
Fonte: www.arqrio.org / Cláudia Brito de Albuquerque e Sá (claudiabrito@testemunhodefe.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário