Faça parte você também!

Faça parte você também!

terça-feira, 23 de julho de 2013

“A juventude é a janela pela qual o futuro entra no mundo”

No início da noite desta segunda-feira, 22 de julho, após ser recepcionado por autoridades na Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, e ser acolhido carinhosamente e calorosamente por cariocas, brasileiros e peregrinos dos mais diversos países pelas ruas do Centro da cidade, o Papa Francisco seguiu para o Palácio Guanabara, onde foi recebido pela Presidente Dilma Rousseff, pelo Governador, Sérgio Cabral, pelo Prefeito, Eduardo Paes, e demais autoridades presentes.
A execução do Hino do Vaticano e do Hino Nacional Brasileiro marcou a abertura da cerimônia de boas-vindas, que teve sua continuidade com os discursos de Dilma Rousseff e do Papa Francisco, que afirmou não ter ouro nem prata, mas ressaltou que traz o que tem de mais precioso: Jesus Cristo.
— Quis Deus na sua amorosa providência que a primeira viagem internacional do meu Pontificado me consentisse voltar à amada América Latina, precisamente ao Brasil, nação que se gloria de seus sólidos laços com a Sé Apostólica e dos profundos sentimentos de fé e amizade que sempre a uniram de modo singular ao Sucessor de Pedro. Dou graças a Deus pela sua benignidade. Aprendi que para ter acesso ao povo brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração, por isso, permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente a esta porta. Peço licença para entrar e transcorrer esta semana com vocês. Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo! Venho em seu nome, para alimentar a chama de amor fraterno que arde em cada coração, e desejo que chegue a todos e a cada um a minha saudação: “A paz de Cristo esteja com vocês!”, proferiu o Pontífice.
Em seu primeiro discurso no solo brasileiro, o Santo Padre também se lembrou dos irmãos do episcopado pontuando que sua visita quer continuar a missão pastoral própria do Bispo de Roma. Papa Francisco destacou ainda que veio encontrar com os jovens do mundo inteiro que vieram para o Rio de Janeiro atraídos pelos braços abertos do Cristo Redentor.

— Quero dirigir uma palavra de afeto aos meus irmãos no episcopado, sobre quem pousa a tarefa de guiar o Rebanho de Deus neste imenso País, e às suas amadas Igrejas Particulares. Esta minha visita outra coisa não quer senão continuar a missão pastoral própria do Bispo de Roma de confirmar os seus irmãos na fé em Cristo, de animá-los a testemunhar as razões da Esperança que d’Ele vem e de incentivá-los a oferecer a todos as inesgotáveis riquezas do seu amor. (...) O motivo principal da minha presença no Brasil, como é sabido, transcende as suas fronteiras. Vim para a Jornada Mundial da Juventude. Vim para encontrar os jovens que vieram de todo o mundo, atraídos pelos braços abertos do Cristo Redentor. Eles querem agasalhar-se no seu abraço para, junto de seu coração, ouvir de novo o seu potente e claro chamado: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”. Estes jovens provêm dos diversos continentes, falam línguas diferentes, são portadores de variegadas culturas e, todavia, em Cristo encontram as respostas para suas mais altas e comuns aspirações e podem saciar a fome de verdade límpida e de amor autêntico que os irmanem para além de toda diversidade, disse.
A Presidente Dilma Rousseff também destacou a alegria de acolher o Papa, em especial, sendo o Santo Padre o primeiro Pontífice latino-americano. Ela também agradeceu ao Governo do Estado, a Prefeitura e a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro pelos esforços dedicados para que a JMJ Rio2013 fosse realizada.
— Santidade, é com grande alegria que dou-lhe as boas-vindas ao Rio de Janeiro e ao Brasil. É uma honra recebê-lo e uma honra redobrada se tratando do primeiro Papa latino-americano. (...) Muitos jovens acolhem de braços abertos os peregrinos de diversos países que vieram para esta grande peregrinação que é a JMJ Rio2013. Agradeço os esforços dedicados que tornaram possível este grande evento e a presença de Sua Santidade no Brasil nos oferece a oportunidade de reforçar o diálogo com a Santa Sé, pois sabemos que temos diante de nós um líder religioso sensível aos anseios de nossos povos por justiça social e oportunidade para todos, sendo esta uma oportunidade para discutir e buscar todos os nossos valores para renovar as esperanças em um mundo melhor. (...) A juventude brasileira está engajada numa luta e este é um momento muito especial porque potencializa o que os jovens têm de mais valioso e revigorante: alegria, otimismo, fraternidade, coragem e valores cristãos. Tenho certeza que a JMJ Rio2013 durará muito mais do que a sua programação oficial e perdurará no coração de todos que dela participarem. Seja bem-vindo Papa, sejam bem-vindos jovens, e levem daqui o carinho do nosso povo, discursou Dilma.
Inspirado pelo Espírito Santo, Papa Francisco concluiu seu pronunciamento com uma palavra profética:
— A juventude é a janela pela qual o futuro entra no mundo e, por isso, nos impõe grandes desafios. A nossa geração se demonstrará à altura da promessa contida em cada jovem quando souber abrir-lhe espaço; tutelar as condições materiais e imateriais para o seu pleno desenvolvimento; oferecer a ele fundamentos sólidos, sobre os quais construir a vida; garantir-lhe segurança e educação para que se torne aquilo que ele pode ser; transmitir-lhe valores duradouros pelos quais a vida mereça ser vivida, assegurar-lhe um horizonte transcendente que responda à sede de felicidade autêntica, suscitando nele a criatividade do bem; entregar-lhe a herança de um mundo que corresponda à medida da vida humana; despertar nele as melhores potencialidades para que seja sujeito do próprio amanhã e corresponsável do destino de todos, exortou.
Do Palácio Guanabara o Papa Francisco foi conduzido até a residência do Sumaré, onde ficará hospedado durante a JMJ Rio2013.
Fonte: arqrio.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário